Jovens do Parque Vila Maria visitam o melhor da arte de São Paulo

Por: Comunicação Rota da Cultura

 

Desde março, toda quarta-feira um ônibus leva jovens do Parque Vila Maria para encontrar o que há de melhor nas artes de São Paulo. No primeiro mês, o projeto “Rota da Cultura” está levando os meninos e meninas do bairro até a Pinacoteca do Estado de São Paulo, um dos principais museus de arte da cidade. Nas próximas fases, os destinos são marcados pela diversidade: o Museu Afro-Brasil, o Beco do Batman – em que a arte está inserida no espaço urbano – e uma rota dedicada à arquitetura, em que serão visitados o Centro Cultural São Paulo, a Casa do Japão e a Casa das Rosas.

Parte dos adolescentes é de alunos do ensino fundamental das escolas Gal. Paulo Carneiro e Ary Gomes, outra parte será de frequentadores do Casarão da Vila Guilherme, o que abrangerá também um público de outras idades e de bairros próximos. Cada saída envolve um grupo de até 45 participantes.

Patricia Ceschi, diretora da Aymberê Produções Artísticas e idealizadora do projeto, conta que os participantes têm acesso a muito mais do que as visitas: “As visitas são o centro de tudo, mas antes de cada passeio todos têm uma aula preparatória, para aguçar os sentidos para o que vão ver. Depois da visita, acontece uma oficina prática, onde os próprios jovens fazem arte e elaboram de maneira muito pessoal aquilo que viram”. Com isso, o projeto também é um convite para os jovens revelarem e desenvolverem sua sensibilidade e seus talentos.

A responsável por coordenar os encontros é a arte-educadora Patrícia Marchesoni. Ela explica que o tema que está presente em todas as visitas é “Identidade e Cidade”: “São várias abordagens, mas no fundo a questão é a mesma: como é que cada um enxerga a si mesmo e, também, o lugar onde vive e que compartilha com tantas pessoas diferentes. Nas aulas, oficinas e saídas, procuramos trabalhar essas questões a partir dos próprios meninos e meninas, para que eles e elas possam refletir e criar sobre quem são e como estão no mundo”, completa.

O projeto “Rota da Cultura” foi desenvolvido pela Aymberê Produções Artísticas em parceria com o IJCA e patrocínio da Cometa, por meio da lei de incentivo à cultura do estado de São Paulo – ProAC ICMS.

A ideia, no entanto, não começou agora e não vai parar por aqui. Segundo Patrícia Ceschi: “Desde 2017, nós desenvolvemos um conjunto de ações de cultura e arte voltada para o público do Parque Vila Maria, bairro onde fica a sede da Cometa e da unidade paulistana do IJCA”. A ideia é desenvolver estratégias de intervenção sociocultural continuada, como projetos de teatro, fotografia, literatura e artes visuais, para citar apenas alguns já realizados. Muitos jovens vêm participando de vários projetos, acumulando experiências e usando isso tudo para as suas próprias atividades artísticas. Isso mostra como a continuidade do trabalho pode ser um diferencial importante.

 

Acompanhe o blog do projeto, clique aqui.

 

Compartilhe

Posts Relacionados

Confira o resultado final do processo seletivo para cursos remotos (ensino à distância)

Atenção! Saiu o resultado do Processo Seletivo para cursosremotos em Administração de Materiais e Técnicas de Atendimento do programa Oficina...

Conexão IJCA e Alemanha

Oceanógrafa, mestre em geociências e recém empreendedora, Francielly Monteiro viu na educação a porta para alcançar seus objetivos. A jovem,...

IJCA leva Guia Acesso e Permanências para escolas e pré-vestibulares

No ano em que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), registra mais de cinco milhões de inscrições – o...