Formação e qualificação para novas oportunidades

Qualificação para o alcance de oportunidades. Para Beatriz Almeida, 22 anos, essa é a chave para o crescimento profissional. A jovem, moradora de Itaboraí, tem investido seu tempo na dedicação aos estudos. Além de aluna do curso livre em Desenvolvimento Humano, Elétrica Veicular e Empreendedorismo,  oferecido no âmbito do (Re)Conquista, programa co-realizado pelo Stone Impacta – braço de desenvolvimento social da Stone – e Banco Da Providência, com o apoio do Instituto Phi, Beatriz também busca por conta própria ampliar seu conhecimento em Informática.

Na busca de uma formação que possibilitasse o ingresso no mercado de trabalho, Beatriz decidiu, em 2019, fazer o curso de Auxiliar de Operação Logística no Senai São Gonçalo. A oportunidade, além de aprendizado, foi a ponte para o primeiro contato da jovem com o Instituto JCA. “Foi durante uma visita com o professor Alan Pacheco que eu conheci o IJCA. Na época, eu era aluna dele no SENAI e ele nos levou para a apresentação de sua turma no instituto”, recorda.

O fato de ser uma jovem ativa e disposta a ajudar, foi um impulso para que em 2021 ela ingressasse no curso livre ofertado pelo IJCA. “Aqui em casa eu sempre ajudei a minha mãe em tudo e sempre fui muito “curiosa”. Quando algo estragava ou quebrava, eu sempre tentava consertar mas por não ter muita experiência, nem sempre eu conseguia resolver”, lembra. A proposta das três fases de formação do (Re)Conquista também foi um importante estímulo para Beatriz, que viu a oportunidade de aprender sobre uma outra área. “Como eu já tinha ido até o instituto por causa da visita, eu me interessei pelo curso e achei que também iria me proporcionar uma visão mais ampla sobre empreendedorismo”, pontua a jovem. 

Para Beatriz, que hoje cursa a terceira fase do (Re)Conquista, cada um dos módulos apresentados lhe rendeu um conhecimento a mais, que inclusive, já pôde colocar em prática. ” O aprendizado em elétrica veicular, por exemplo, foi importante para que eu tivesse noção de coisas que eu só mexia por curiosidade. Mesmo sendo um curso com módulo com foco em veículos, eu já consegui consertar um ventilador e uma panela de pressão elétrica só pelo que aprendi no curso”, celebra. As experiências trocadas com os colegas também são um ponto de destaque para a jovem. “Considero como uma oportunidade poder auxiliar o professor Wilson e dividir um pouco do meu conhecimento em Excel para alguns colegas de turma que não tinham conhecimento ou não lembravam de algumas funções básicas”, conta Beatriz.

Hoje, em período de conclusão do curso, Beatriz estrutura junto ao colega de turma, Felippe Galvão, a apresentação do plano de negócios, sua primeira realização para o ano de 2022. “Eu e minha dupla somos de Itaboraí e percebemos que muitos de nossos amigos precisam ir para São Gonçalo para conseguir comprar roupas que os agradam, então nos unimos para a elaboração do projeto da loja de roupas Multimarcas, destinada para o público masculino.”, revela. Ao final da formação, a jovem planeja expandir o conhecimento na área da tecnologia da informação e unir o conhecimento adquirido na formação para migrar para o setor logístico. 

 

Compartilhe
Relacionadas