Projeto Fotossensível realiza exposição de fotografia

Entre os dias 24 de novembro e 16 de dezembro, quem passou pela Casa de Cultura Vila Guilherme – Casarão, no Parque Vila Maria, em São Paulo, pode apreciar a exposição de fotografia Fotossensível, resultado final do curso de introdução à fotografia. As imagens foram produzidas pelos 30 jovens  participantes do projeto de arte e ação educativa produzido pela Aymberê Produções Artísticas com patrocínio da Viação Cometa, por meio do ProAC ICMS, programa de fomento à cultura do Governo do Estado de São Paulo, e apoio do Instituto JCA e da Rever – Estudos em Fotografia.

Confira matéria completa no Blog Parque das Artes Vila Maria

No dia 24 de novembro, às 10 horas da manhã, 30 adolescentes inauguram uma exposição de fotografia com trabalhos que produziram com empenho ao longo de quatro meses. Após curso de introdução à fotografia com os professores Patrícia Marchesoni, Ricardo Rios e André Spinola, as meninas e meninos vão expor as obras no local onde realizaram o curso, a Casa de Cultura da Vila Guilherme – Casarão. A exposição tem entrada gratuita e fica aberta ao público até o dia 16 de dezembro.

Todas as imagens foram produzidas pelos participantes do projeto Fotossensível, curso de introdução à fotografia produzido pela Aymberê Produções Artísticas com patrocínio da Viação Cometa, por meio do ProAC ICMS, programa de fomento à cultura do Governo do Estado de São Paulo, e apoio do Instituto JCA e da Rever – Estudos em Fotografia. Os participantes são pré-adolescentes e adolescentes de 13 a 16 anos que estudam nas escolas EMEF General Paulo Carneiro Thomaz Alves, EMEF Cel Ary Gomes e EMEF Célia Regina, situadas no Parque Vila Maria, Zona Norte de São Paulo.

 

 

Ao longo do curso, os jovens trabalharam conteúdos teóricos e práticos que fazem parte do encantado mundo das câmeras. Aprenderam sobre interpretação de imagens e tipos de fotografias, construíram uma câmera escura, fotografaram com câmera pinhole e câmera digital em saídas fotográficas pelo bairro, e visitaram exposições de arte em centros culturais públicos da cidade.

“Vivenciando os exercícios práticos de construção da câmera escura dentro na sala, de experimentação com câmeras pinhole e escuras portáteis, a produção de imagem com a câmera digital será mais consciente, mais percebida”, explica Ricardo Rios. “Fizemos também exercícios práticos de selecionar trabalhos de fotógrafos famosos e, depois, produzir um desenho a partir dessas fotos, com colagens. Analisar e desmontar o trabalho de fotógrafos ajuda muito na percepção da composição da foto”, completa. “Quando o fotógrafo clica, ele não está fotografando apenas o tema, ele está organizando esse tema de uma forma visual pelos tamanhos, pelas posições e pelos ângulos”.

O coordenador da Casa de Cultura da Vila Guilherme Juninho Sendro conta que valoriza a oportunidade desses jovens de terem um estudo sobre essa arte tão cedo. “Sou fotógrafo e aprendi fazendo. É muito bom que esses adolescentes possam ter essa experiência de estudo no Casarão, com profissionais para instruí-los sobre fotografia de registro e fotografia artística. Quero que, aqui, eles se sintam em casa, ocupando um espaço que é deles para produzir e disseminar arte”.

Depois de bastante referência e prática, é chegada a hora desses jovens selecionarem junto aos professores seus melhores trabalhos para mostrar ao mundo! Venha prestigiar! 

Texto por Comunicação Projeto Fotossensível.

Compartilhe

Posts Relacionados

13ª Mostra de Trabalhos - Habilidades Jovens

Confira a publicação do IJCA sobre a 13ª Mostra de Trabalhos que teve como tema “Habilidades dos Jovens”. O material...

 Instituto JCA presente na posse do Comitê de Participação Adolescente no CEDCA/RJ

Em Assembléia Extraordinária, adolescentes do Comitê de Participação Adolescente (CPA), tomaram posse no Conselho Estadual dos Direitos da Criança e...

Nova Lei de Cotas

Em um país com altos índices de desigualdade social, a Política de Cotas foi implementada em 2012 como um dos...