Trajetória fortalecida: do IJCA à Viação Catarinense

52438166622_a08063d98f_o

Quando começou o curso de Elétrica e Refrigeração Veicular do Programa Oficina do Ensino, em 2022, Caio Ferreira da Silva, 19 anos, não poderia imaginar as mudanças que estavam por vir. O jovem que morava em São Gonçalo com a família, atualmente é eletricista na Viação Catarinense, em Florianópolis, Santa Catarina, e cursa Design de jogos na Univali. “O processo de mudança foi difícil, comecei a morar sozinho, mas já estou bem. A rotina é intensa, com trabalho e estudo, mas está dando tudo certo e estou muito feliz”, afirma.

Caio conheceu o Instituto através da indicação de sua mãe, Danuza Jeremias da Silva. Ela conta que ficou curiosa com a constante movimentação de jovens que via em frente ao IJCA quando passava de ônibus. “Eu sempre passava em frente ao IJCA e ficava curiosa para saber o que era, sempre tinha movimentação de jovens uniformizados. Fui pesquisar e falei para o Caio, ele se interessou pelo curso de elétrica e fizemos a inscrição. Fiquei muito feliz por ele ter feito o curso. Depois da formação, ele começou a trabalhar e se sentiu muito realizado por ter uma profissão. O IJCA fez uma diferença muito grande no caminho dele”, afirma.

Caio fez o curso com dedicação e empenho. Ouvia atentamente os conselhos dos professores e dos profissionais na garagem. “O curso foi ótimo, tivemos uma base muito boa, tanto com o que aprendemos no curso, como na prática profissional”, conta. Esse ponto, inclusive, é um dos diferenciais que Caio identifica na formação realizada no IJCA. “Para mim, fez toda a diferença a Vivência Profissional que fizemos na garagem. O curso nos dá uma base, mas não sabemos como é na realidade. O professor dizia que seria correria, que teria outros equipamentos e isso foi ótimo. Então, para mim alguns diferenciais foram a vivência na garagem e ter conhecido a Viação Cometa e ido àquela exposição em São Paulo, aprendi muito”, afirma. 

Após a Vivência, última etapa da formação, Caio foi contratado pela Autoviação 1001. Ele queria ir além e fez o Enem para cursar a faculdade que tanto desejava. Conseguiu a vaga na Univali através do Prouni, com bolsa integral. “A formação no Instituto foi importante porque tenho uma profissão. São quatro anos de faculdade, não teria como viver e fazer a universidade sem trabalhar”, avalia.

O interesse pelo Design surgiu na adolescência, por volta dos 14 anos, quando começou a produzir suas primeiras artes para incluir nos vídeos que produzia. Ele também gostava de jogos, o que também impulsionou o interesse pela área. “O meu curso é bacharelado em Design, com ênfase em jogos. Então, foi certinho, juntar duas coisas que eu gosto. Além disso, é uma área bem ampla, posso trabalhar em qualquer segmento do Design”, explica. Para o futuro, o plano é atuar nesta área. “É algo que já gosto desde pequeno e tenho a oportunidade de estudar. Agora é me dedicar para construir uma carreira”, afirma.

Compartilhe

Posts Relacionados

Confira o resultado final do processo seletivo para cursos remotos (ensino à distância)

Atenção! Saiu o resultado do Processo Seletivo para cursosremotos em Administração de Materiais e Técnicas de Atendimento do programa Oficina...

Conexão IJCA e Alemanha

Oceanógrafa, mestre em geociências e recém empreendedora, Francielly Monteiro viu na educação a porta para alcançar seus objetivos. A jovem,...

IJCA leva Guia Acesso e Permanências para escolas e pré-vestibulares

No ano em que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), registra mais de cinco milhões de inscrições – o...