IJCA e Bem TV: parceria com foco na juventude

Alinhadas com o propósito de fortalecer trajetórias juvenis no território, o Instituto JCA e Bem Tv irão atuar em parceria no projeto Olho Vivo, que tem como objetivo estimular jovens a experimentarem a área de comunicação a partir da valorização da cultura local e da produção de conteúdos nas suas diferentes formas e expressões. A proposta irá atender até 90 jovens moradores da Microrregião 8, que corresponde aos bairros Baldeador, Caramujo, Santa Bárbara e Viçoso Jardim, em Niterói.

O projeto está em fase de captação via Lei de Incentivo à Cultural de Niterói. Para Maysa Gil, coordenadora executiva do IJCA, as duas organizações compartilham um olhar para o território com foco no pleno desenvolvimento da juventude e ampliação suas oportunidades. “Esta parceria tem como resultado a viabilização de um projeto que contribui para a juventude do entorno do IJCA. Um dos nossos papéis foi o de mobilizar recursos via nossa rede de relacionamento. Sediaremos a iniciativa e apoiaremos para a expansão junto às escolas públicas próximas ao instituto”, firma Maysa Gil, coordenadora executiva do IJCA.

A Bem TV surgiu em 1990 como uma organização civil sem fins lucrativos que recorre à comunicação e a educação como ferramentas para comprometer jovens com a construção de uma sociedade solidária. A organização, situada em Niterói, atua diretamente em processos pedagógicos no campo da comunicação para a garantia de direitos de jovens de classes populares. Desde sua fundação, acumula premiações de reconhecimento em ações do terceiro setor. “Acho que o nosso maior ponto de intercessão e de aproximação vem desse objetivo que é de contribuir com a formação plena desses jovens, abrindo possibilidade e buscando formações em diversas áreas que possam colaborar com essa rede de proteção de adolescentes e jovens das regiões mais frágeis da nossa cidade”, destaca Daniela Araújo, coordenadora executiva da Bem TV.

As duas organizações já estiveram lado a lado na em outras ações, como no Conselho Municipal de Juventude e no movimento #TamoJunto9ºano. Destaque para a iniciativa Central Solidaria de Oportunidades, plataforma online de currículos criada pela Bem TV e compartilhada com o IJCA, que utiliza no programa Oficina do Ensino como para inclusão, atualização e encaminhamentos de currículos. “Um termo de cooperação foi celebrado tendo por objeto o desenvolvimento de ações em parceria, visando o compartilhamento do sistema Central Solidaria de Oportunidades – CSO de modo facilitar a inserção no mercado de trabalho dos jovens concluintes dos cursos profissionalizantes” explica Wilson Vasconcellos, analista de projetos no Instituto JCA.

 

Demandas do território

A parceria entre o Instituto JCA e a Bem TV para a viabilização do projeto Olho Vivo partiu da observação atenta das duas organizações às demandas locais. Em 2017, foi criado o Fórum Microrregião 8 em Niterói, com objetivo de buscar diálogos e alternativas para reverter o quadro de graves problemas sociais na região. Participam deste espaço de discussão lideranças comunitárias, moradores, estudantes, pesquisadores e organizações sociais, entre elas o Instituto JCA. Daniela Araújo ressalta a importância de se trabalhar pela garantia dos direitos juvenis nesta região. “Então trabalhar a comunicação como forma de incidência política em um território como este é mais do que urgente, é uma exigência de políticas públicas para a juventude.  A iniciativa é extremamente importante para gente envolver o jovem na garantia dos seus direitos”, destaca.

O projeto tem a previsão de ser executado no segundo semestre deste ano. Para celebrar a parceria e inaugurar a fase de divulgação e formação de turmas, será realizada no Instituto JCA a exposição “15 anos de Projeto Olho Vivo”. A iniciativa é parte do processo formativo do projeto Olho Vivo, que desde 2003 oferece formação gratuita para adolescentes e jovens em fotografia. Em 15 anos, o projeto já formou centenas de jovens nas mais diversas áreas da comunicação, como fotografia, produção audiovisual e mídias digitais.

Compartilhe
Relacionadas