Jovens do #TamoJunto9ano exibem vídeo participativo nas escolas

Escolas de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí receberam, entre novembro e dezembro, exibições do vídeo participativo ‘Direito à educação”, do movimento #TamoJunto9ºano.  Ao todo foram oito apresentações com cerca de 200 alunos. Conduzida por adolescentes do 8º e 9º ano que fazem parte da iniciativa, as exibições foram seguidas de uma dinâmica criada pelos próprios jovens para fomentar o debate acerca do tema.

Adolescentes do preparatório do Instituto JCA, da Escola Municipal José de Anchieta (Niterói); Ciep 415 Miguel de Cervantes (Itaboraí) e Escola Municipalizada Guaxindiba (São Gonçalo) participaram das exibições. Para Cassia Allen, pedagoga na Escola José de Anchieta, os alunos receberam bem a atividade e fizeram observações interessantes durante a dinâmica de grupo. “A exibição do vídeo promove a socialização e desperta o interesse em também participar, ampliando o número de estudantes sensibilizados no processo. Observei a felicidade dos alunos no dia da apresentação do vídeo. A desenvoltura e o orgulho de compartilhar o trabalho onde foram os protagonistas”, afirma.

Nesta escola, foi realizada uma exibição especial para o corpo docente, que teve a oportunidade de conhecer o movimento #TamoJunto9º ano e dialogar com os jovens sobre a proposta do vídeo. “Na apresentação da minha escola o que mais me surpreendeu foi quando apresentamos para os professores. Eles apresentaram seus pontos de vista sobre questões relacionadas a educação pública e percebi que o ponto de vista deles é muito parecido com o meu. Foi um momento de muito aprendizado para mim”, destacou o estudante Brenno Alves, 14 anos.

Vídeo participativo é uma metodologia de produção audiovisual em que um grupo está diretamente envolvido em todas as etapas e o foco está no processo de aprendizado. O eixo Comunicação do movimento TamoJunto9ºano utiliza essa metodologia, com a facilitação da Paiol Cultural, para criar um espaço de expressão juvenil, onde os próprios adolescentes podem refletir e criar conteúdo audiovisual sobre educação. Para Kenia Lopes, analista de projetos do IJCA, a atividade contribui diretamente para o desenvolvimento da autonomia dos alunos. “O vídeo participativo estimula o aprendizado a partir de diferentes linguagens e maneiras de fazer de forma interativa. Desperta a curiosidade para o aprofundamento do tema que será abordado, o que estimula a busca pelo conhecimento. Além disso, contribui para o desenvolvimento da coletividade, pois todas as etapas são realizadas em grupo e, também, cria vínculos entre as pessoas.”, afirma.

O grupo que conduz as exibições é formado por 15 jovens de diferentes escolas públicas , que se revezaram nas apresentações. Além das exibições,  os adolescentes estão em processo de finalização do próximo vídeo, que terá como tema a importância dos professores. Para a realização do processo como um todo, são realizados encontros para discussão da pauta, gravação e edição participativa, em que são valorizados o conhecimento que cada um já tem e o trabalho colaborativo. “Gostei da ideia de mostrarmos nossa opinião. Nós escolhemos o tema, todos colaboraram com seus pontos de vistas e argumentos. Apesar de eu ter vergonha de fazer entrevistas, consegui e fui muito elogiada. Estou levando como experiência de vida todo o conhecimento que adquiri com as entrevistas,’’ afirma Júlia Maciel, 15 anos, aluna do Ciep 415 Miguel de Cervantes.

Compartilhe

Posts Relacionados

Oficina do Ensino 2024.2: Confira o resultado da 1ª etapa do processo seletivo de cursos livres

Confira o resultado da primeira etapa do processo seletivos para os cursos livres em Auxiliar de Mecânica a Diesel e...

Instituto JCA no Programa Globo Comunidade

No ano em que celebra 20 anos de existência, o Instituto JCA foi pauta do Globo Comunidade, da TV Globo,...

Inscrições abertas para cursos livres remotos - ensino à distância do Programa Oficina do Ensino

Estão abertas até 21 de junho, ou até atingirem o número máximo de inscritos, as inscrições para cursos livres remotos...