10ª Mostra de Trabalhos: criatividade e engajamento juvenil

miniaturas-02 (1)

A 10ª edição da Mostra de Trabalhos IJCA, realizada este ano em formato virtual, foi um sucesso. Com o tema Diário dos Eixos, jovens das turmas de Auxiliar Administrativo com ênfase em atendimento ao cliente e Auxiliar de Operações Logísticas passaram pela Oficina de Pesquisas e Projetos (OPP) e apresentaram os resultados das suas pesquisas. “A Mostra de Trabalhos do IJCA teve início em 2012 e tem como propósito apoiar a formação dos jovens com foco no desenvolvimento de pesquisas e projetos, além de incentivar a atitude empreendedora. Este ano, em formato virtual, os alunos foram desafiados a refletir sobre assuntos que envolvem suas áreas de atuação, nesse momento que marcou também a culminância das formações”, ressalta Maysa Gil, coordenadora executiva do IJCA. 

De acordo com Therezinha Doin, coordenadora pedagógica do IJCA, o “Diário dos Eixos” é uma atividade pedagógica realizada no Fortalecendo Trajetórias e foi adaptada para o formato da Mostra. Entre os objetivos estão o de enriquecer o repertório, aprender sobre diferentes temáticas, desenvolver argumentação sobre diferentes assuntos, estimular a pesquisa e desenvolver a autonomia intelectual. “A OPP é uma oportunidade de dar voz a esses alunos, para que ele tenha liberdade de escolha, de desenvolver o seu espírito crítico, de saber o que vai procurar e o que vai buscar de relevante para argumentar a pesquisa. E todos fizeram isso muito bem”, afirma Therezinha Doin. A proposta, segundo Ana Beatriz Barbosa, uma das professoras orientadoras, é que os alunos saiam da zona de conforto e enxerguem o mundo com olhar investigativo. “Eles são instigados a se tornarem protagonistas na obtenção do próprio conhecimento. Nós ajudamos os alunos a pensar sobre aquilo que ele gostaria de saber mais, entender melhor e propor soluções, novas visões. Buscar o conhecimento por si mesmo é uma preparação para vida”, afirma.

Nesta edição virtual, os alunos receberam a mentoria de professores na escolha do tema para a realização das pesquisas individuais. “Ao longo das aulas de Oficina de Pesquisa e Projeto, os jovens realizaram debates sobre os temas escolhidos com a sua turma para aprofundamento através da troca de opiniões com o grupo. Neste período o professor os ajudou na concepção da pesquisa, levantamento de dados para formular o trabalho escrito e desenvolvimento da apresentação do tema”, explica Elen Alves, analista de projetos do programa Oficina do Ensino.

Para a realização da 10ª Mostra, foram selecionados quatro trabalhos de cada turma. O processo iniciou com a apresentação de todas as pesquisas realizadas pelos estudantes em um dos últimos encontros da OPP. Uma votação foi realizada e contou com a participação de professores, alunos e equipe do IJCA, que analisaram as apresentações seguindo critérios como relevância do tema, profundidade, domínio sobre o assunto e espontaneidade para a apresentação. “A votação aconteceu simultânea as apresentações através de um formulário online. Os critérios foram avaliados em uma escala de um a cinco. Após sistematização das notas por critério, as maiores quatro médias foram os escolhidos em cada turma. Na turma de Auxiliar Administrativo com ênfase em atendimento ao cliente foram apresentados 21 trabalhos. E na turma de Auxiliar de Operações Logísticas 17 trabalhos”, conta Elen Alves.

 Temas variados e criativos

Lyvia de Jesus, 24 anos, cursou Auxiliar de Operações Logísticas. A pesquisa apresentada por ela foi “Como a falta de um bom profissional da logística influencia a minha vida?”. Ela conta que escolheu esse tema porque optou por focar na área da Saúde e relacionar com sua formação. “Eu sempre dependi do atendimento público. Então quis ligar a logística com a saúde e ver quais seriam as possíveis ligações das duas áreas. Na pesquisa, assim que escolhi sobre o que iria falar, delimitei os tópicos que eu iria abordar. Para a apresentação, eu usei meu trabalho escrito como base e inclui algumas informações adicionais para chegar no meu objetivo final, que era fazer entender que um profissional logístico pode ter seu trabalho que influencia diretamente a vida dos brasileiros.”, conta a jovem. 

Renan Lira, 20 anos, cursou Auxiliar Administrativo com ênfase em atendimento ao cliente e apresentou o trabalho “Música e produtividade no trabalho, é possível?”. A escolha do tema criativo se deu devido justamente pela paixão que o jovem tem por música. “Eu escolhi esse tema pois é algo que eu gosto muito e achei muito interessante pesquisar e refletir sobre isso.  Essa pesquisa foi uma maneira muito boa para aprender como é feita uma apresentação. Foi uma forma de adquirir mais conhecimento e saber mais sobre o mundo do trabalho”, afirma.

Já Beatriz Carolina Oliveira, 21 anos, apresentou a pesquisa “Transsexuais e Travestis no mercado de trabalho”. Segundo a jovem, este é um tema que precisa de atenção e visibilidade e a Mostra foi uma oportunidade de abordar o assunto. “Importante para levar informações a outras pessoas, contribuir e adquirir conhecimento e mostrar que independente de qualquer coisa merecemos respeito e podemos ter um trabalho correto e digno como qualquer pessoa”, afirma a jovem.

Para Andressa da Costa, 27 anos, aluna do curso de Auxiliar de Operações Logísticas, a apresentação na Mostra foi uma ótima experiência. “Para mim foi um tremendo desafio que eu consegui aprender e superar muitas coisas, muitos os medos. Desde a minha primeira apresentação eu mergulhei de cabeça e fui buscando excelência e melhoria a cada dia”, afirma. Ela apresentou o trabalho “Monitoramento de Cargas e importância do Sensor de Fadiga” e escolheu o tema por já ter tido uma experiência profissional nessa área e compreender a importância do assunto. “Fui buscando, pesquisando a fundo sobre o tema e vi que era imprescindível falar da importância deste sensor de fadiga juntamente ao monitoramento de cargas. Todo esse processo de pesquisa foi relacionado com questões que acontecem no nosso dia a dia, como a reportagem que citei sobre o roubo de cargas”, afirma a jovem, ressaltando os desafios superados: “Chegar nessa final é uma alegria enorme. Participar da Mostra foi um desafio muito grande, que ali eu percebi uma Andressa bem mais comunicativa, destemida. E isso eu levarei para minha vida. Tudo o que aprendi e todos os feedbacks foram imprescindíveis para o meu crescimento. Sou muito grata por tudo!”, afirma. 

Veja abaixo os temas apresentados:

 

Auxiliar de Operações Logísticas

1º Lugar Lyvia Berlink de Jesus Como a falta de um bom profissional da

logística influencia a minha vida?

2º Lugar Marvin Monteiro Nascimento Ferreira O impacto da ausência da infraestrutura

 do modal ferroviário no sistema logístico no Brasil.

3º Lugar Andressa da Costa Carneiro Monitoramento de Cargas e a Importância do Sensor de Fadiga.
4º Lugar Vinicius Sales Felinto Logística 4.0

 

 

Auxiliar Administrativo com ênfase em atendimento ao cliente

 

1º Lugar Amanda Assis A Inclusão de PCDs no mercado de trabalho
2º Lugar Beatriz Carolina de Oliveira Transexuais e travestis no mercado

de trabalho.

3º Lugar Gabriel Matheus de Souza Barros Os jovens e a educação financeira
4º Lugar Renan de Souza Franco Lira Música e produtividade no trabalho.

É possível?

Compartilhe

Posts Relacionados

Oficina do Ensino 2024.2: Confira o resultado da 1ª etapa do processo seletivo de cursos livres

Confira o resultado da primeira etapa do processo seletivos para os cursos livres em Auxiliar de Mecânica a Diesel e...

Instituto JCA no Programa Globo Comunidade

No ano em que celebra 20 anos de existência, o Instituto JCA foi pauta do Globo Comunidade, da TV Globo,...

Inscrições abertas para cursos livres remotos - ensino à distância do Programa Oficina do Ensino

Estão abertas até 21 de junho, ou até atingirem o número máximo de inscritos, as inscrições para cursos livres remotos...