Ampliar perspectivas e ir além

WhatsApp Image 2021-10-20 at 11.02.37 (1)

Rebeca Batista, 18 anos, mora em Itaboraí com os pais e o irmão. A jovem foi aluna do Reforço Escolar, primeira etapa do programa Fortalecendo Trajetórias do Instituto JCA em 2017, e atualmente cursa Letras-Francês na Universidade Federal Fluminense (UFF). A jovem conheceu o Instituto através de duas colegas, e viu no projeto uma oportunidade para vislumbrar uma nova realidade.”Minha motivação, acredito, foi a vontade de entrar em um colégio de referência e que me desse mais oportunidades e mais visão de futuro ao fim do Ensino Médio “, afirma Rebeca.

A participação da jovem no Reforço Escolar e a dedicação aos estudos, fizeram com que ela alcançasse seu primeiro objetivo. “Eu tive a chance de chegar mais preparada no Ensino Médio e realizar provas para entrar em escolas como o Pedro ll e IFRJ. Além disso, eu conheci melhor o colégio Brasil-França, onde escolhi estudar e entrei através de um esquema de sorteio público”, conta. Outro ponto determinante, na visão de Rebeca, foi a expansão do campo de possibilidades que ela começou a enxergar ao longo do tempo. “Lembro que tínhamos palestras e projetos que podíamos participar que sempre abriam as nossas mentes, em relação as oportunidades que estávamos tendo para construção da nossa carreira acadêmica”, explica.

Na passagem pelo Instituto JCA, Rebeca ressalta as oportunidades que os jovens têm de viver experiências que agregam tanto na área profissional quanto na área social. Em especial, lembrou de uma experiência recente com a participação do projeto Jovens Comunicadores, da Bem TV, que contou com a parceria do Instituto JCA. “Tive a oportunidade de trabalhar com outros jovens do IJCA recentemente em uma agência de comunicação social, organizada pela Bem TV em parceria com o instituto, onde eu tive experiências muito legais e aprendi mais sobre o mundo do jornalismo”, relembra.

Todas essas experiências contribuíram para que Rebeca alcançasse mais um grande objetivo: ingressar em uma universidade federal. Nesse novo ciclo, outros objetivos surgiram. “Pretendo concluir minha formação no curso de Letras e possivelmente exercer a profissão, mas também pretendo continuar estudando para conseguir outro diploma em medicina”. Ao longo de sua trajetória, Rebeca percebeu que o conhecimento é o principal caminho para alcançar e realizar seus sonhos. “Acredito que estudar é a única forma que eu, como jovem preta, tenho de mudar a minha realidade e conseguir melhores condições de vida em um país racista e com uma grande desigualdade socioeconômica,” afirma.

Compartilhe

Posts Relacionados

Oficina do Ensino 2024.2: Confira o resultado da 1ª etapa do processo seletivo de cursos livres

Confira o resultado da primeira etapa do processo seletivos para os cursos livres em Auxiliar de Mecânica a Diesel e...

Instituto JCA no Programa Globo Comunidade

No ano em que celebra 20 anos de existência, o Instituto JCA foi pauta do Globo Comunidade, da TV Globo,...

Inscrições abertas para cursos livres remotos - ensino à distância do Programa Oficina do Ensino

Estão abertas até 21 de junho, ou até atingirem o número máximo de inscritos, as inscrições para cursos livres remotos...